17 de Maio, 2024
País

XI JANTAR NATALÍCIO DE POLÍCIAS E MILITARES CASTRENSES – 2017

Decorreu no passado próximo dia 5 de Dezembro o XI Jantar Natalício de Polícias e Militares de Castro Daire – 2017 num restaurante de Lisboa onde se partilhou boas conversas, boa mesa e boas amizades.
Este convívio contou com a presença de mais de três dezenas de polícias/militares (Polícia de Segurança Pública, Guarda Nacional Republicana, Polícia Judiciária, Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, Guarda Prisional, Exército e Marinha). A Câmara Municipal de Castro Daire, para surpresa dos presentes e quebrando a tradição de boas práticas anteriores, não compareceu nem se fez representar. Todavia, é nossa esperança e convicção, esta não desperdiçará próximas oportunidades para partilhar momento sociais com quem está a trabalhar a centenas de quilómetros não esquecendo as suas origens. Destaca-se pela novidade e pelo contexto a presença do Presidente da Casa do Concelho de Castro Daire e das Associações de Peixeninho e de Faifa materializando-se o espírito castrense de união sentimental dos que estão migrados e que não esquecem as suas raízes geográficas.
Também se destaca pela novidade termos colocado na “agenda do grupo” a oportunidade e a importância de reconhecimento do trabalho da Associação Castrense de Apoio ao Doente Oncológico (ACADO). Ela é bem conhecida e reconhecida de tal modo que dispensa apresentações, todavia merecendo o nosso apoio simbólico (com esta iniciativa) e material (com a recolha de, pelo menos, €5,00/participante no jantar). A representação ficou a cargo de Paulo Ferreira por vontade expressa da presidente associativa e por manifestação de disponibilidade emotiva do próprio.
Voltando ao jantar, este quer manter e ampliar o convívio de conterrâneos castrenses que trabalham na Área Metropolitana de Lisboa facilitando a convivência entre gerações e entre profissões que são públicas e genericamente de segurança e de defesa de direitos, liberdades e garantias. Evitam-se descrições porque todos nós temos imaginação suficiente para representarmos realidades desta natureza em que a gastronomia é um factor e um complemento das manifestações de amizade. Os objectivos foram plenamente atingidos restando a esperança e a vontade que no próximo ano se repita este tipo de evento com cada vez mais presenças.
À organização, o nosso elogio pelo trabalho desenvolvido e pelos resultados visíveis. Como em equipa vencedora não se mexe e como o voluntariado é escasso, o Gonçalves, o Sérgio, e os Paulos Ferreira já estão preparados para fazer novos eventos.
Aproveita-se a oportunidades para reforçar a tradicional mensagem: Santo e Feliz Natal! Próspero Ano 2017! Sejamos todos felizes e contribuamos para a alegria de quem nos rodeia.

Flávio Alves